Universidade Federal da Paraíba

Faculdade de Educação

Programa de Pós-Graduação em Educação

 

SEMINÁRIO ESPECIAL: PÓS-MODERNIDADE, CULTURA E CURRÍCULO

 

Profª Drª Marisa Vorraber Costada UFRGS e da ULBRA

 

 

Créditos: 01

Semestre: 2004/2

 

Programação/Abril de 2005

 

15/4 (sexta) – 9h30 – 12h30 – Seminário (4ha) (apresentação, exposição e discussão de leituras feitas previamente. Combinação das leituras para segunda e terça.)

15/4 (sexta) – 14h30h - 17h -– Seminário (5ha)

18/4 (segunda), 14hs - 18h Seminário (5ha)

18/4 (segunda), 19h – 21h – Reunião sobre o colóquio

19/4 (terça) - 8h-12hs – Banca

19/4 (terça) – 12:30h – Lançamento de Livros

Atividades não presenciais – 03 horas dedicadas a leituras prévias

 

 

 

SÚMULA

 

O seminário aborda as complexas e polêmicas articulações entre cultura e currículo. inscritas no horizonte da transformação cultural que emerge lentamente nas sociedades ocidentais ao longo do século XX, e que tem sido apresentada sob a denominação de pós-moderno ou pós-modernidade. Parte-se de uma abordagem inicial da pós-modernidade e de suas manifestações na arquitetura, nos meios de comunicação e nas artes, apontando para suas múltiplas e variadas implicações em vários campos, especialmente, na educação. O foco das discussões recairá sobre as aproximações entre currículo e cultura, equacionadas no panorama que conecta cultura, poder e política. A ênfase incidirá sobre discursos e práticas que ressignificam a noção de currículo e posicionam estudantes, docentes e escolas em novos e variados circuitos de atividades que se delineiam nestes tempos pós-modernos.

 

 

TEMAS CENTRAIS

 

·     A crítica pós-moderna - há algo de novo sob o sol?

·     Não há nada fora do texto?

·     Cultura, representação e política de identidade

·     O currículo na perspectiva pós-moderna

 

OBJETIVOS

 

Examinar as implicações para a educação das transformações operadas na cultura e na política ao longo da segunda metade do século XX

Examinar e debater as questões do currículo no cenário pós-moderno

Discutir as articulações do currículo com a cultura contemporânea

 

PRÉ-REQUISITOS

 

Disponibilidade e interesse para a realização de intenso programa de leitura.

 

Programação e indicação de leituras serão distribuídas oprtunamente

 

NÚMERO DE VAGAS: 20 para alunas/os do PPGE, 20 para o público em geral

 

 

 

 

 

 

BIBLIOGRAFIA

 

ALVAREZ-URIA, VARELLA, Julia. A maquinaria escolar. (artigo de Teoria e Educação)

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Trad. Plínio Dentzien. Rio de Jnaneiro: Jorge Zahar, 2001.

BRITZMAN, Deborah P. Que é esta coisa chamada amor - identidade homossexual, educação e currículo. Educação & Realidade, v. 21, n. 1, jan./jun., 1996.

CANCLINI, Nestor Garcia. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. 3 ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1997

CONNEL, Robert. Políticas da masculinidade. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 20, n.2, jul/dez., 1995.

COSTA, Helouise. Um olhar que aprisiona o outro. Imagens, n. 2, agosto, 1994

COSTA, Marisa Vorraber (Org.) Estudos Culturais em Educação. Mídia, arquitetura, brinquedo, biologia, literatura, cinema... Porto Alegre: Editora da Universidade, 2000.

COSTA, Marisa Vorraber. Currículo e política cultural. In: ______. (Org.) O currículo nos limiares do contemporâneo. 3 Ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

COSTA, Marisa Vorraber. Ensinando a dividir o mundo; as perversas lições de um programa de televisão. Revista Brasileira de Educação, n. 20, maio/jun/jul/ago 2002.

COSTA, Marisa Vorraber. Sujeitos e subjetividades nas tramas da linguagem e da cultura. In: CANDAU, Vera Maria (Org.) Cultura, linguagem e subjetividade no ensinar e aprender. Rio de janeiro: DP&A, 2000.

COSTA, Marisa Vorraber. Poder, discurso e política cultural: contribuições dos Estudos Culturais ao campo do currículo. In: LOPES, Alice casemiro; MACEDO, Elizabeth (Ogs.) Currículo: debates contemporâneos. São Paulo: Cortez, 2002

FOUCAULT, Michel. A Ordem do discurso. São Paulo: Loyola, 1996.

FOUCAULT, Michel. A verdade e as formas jurídicas. Trad. Roberto Cabral de Mello Machado e Eduardo Jardim Morais. Rio de janeiro: Nau Ed., 1999.

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade Ia vontade de saber. 11ª Ed. Trad. Maria Thereza Albuquerque e J.A G. Albuquerque. Rio de Janeiro: Graal, 1988.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Graal, 1989.

FOUCAULT, Michel. O sujeito e o poder. In: DREYFUS, Hubert e RABINOW, Paul. Michel Foucault, uma trajetória filosófica - para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995.

FOUCAULT, Michel. Tecnologias del yo. Barcelona: Paidós, 1995.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. 10 Ed. Trad. Ligia M. Pondé Vassalo. Petrópolis: Vozes, 1993.

COUTINHO, Karine Dias. Lugares de criança – Shopping Centers e o disciplinamento dos corpos infantis. Porto Alegre: UFRGS, PPGEDU, 2002. Dissertação de Mestrado.

GIDDENS, Anthony. A transformação da Intimidade. São Paulo: Editora da UNESP, 1993.

GORE, Jennifer M. Foucault e Educação: Fascinantes desafios. In: SILVA, Tomaz T. O sujeito da Educação. Petrópolis: Vozes, 1995.

GREEN, Bill; BIGUM, Chris. Alienígenas na sala de aula. In: SILVA, Tomaz T. (Org.). Alienígenas na sala de aula. Uma introdução aos estudos culturais em educação. Petrópolis: Vozes, 1995.HALL, Stuart. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo. Educação & Realidade, v. 22, n.2, jul./dez.,

HALL, Stuart. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo. Educação & Realidade, v. 22, n.2, jul./dez., 1997.

HALL, Stuart. Identidades culturais na pós-modernidade. Trad. Tomaz. T. da Silva e Guacira Louro. 2 ed. Rio de Janeiro: DP&A Ed., 1998.

HARVEY, David. A Condição Pós-Moderna. São Paulo: Loyola, 1993.

JAMESON, Fredric. Pós-Modernismo - a lógica cultural do capitalismo tardio. São Paulo: Ática, 1996.

KELLNER, Douglas. Lendo imagens criticamente: em direção a uma pedagogia pós-moderna. In: SILVA, Tomaz T. (Org.). Alienígenas na sala de aula. Uma introdução aos estudos culturais em educação. Petrópolis: Vozes, 1995.

LEMERT, Charles. Pós-modernismo não é o que você pensa. Trad. Adail Ubirajara Sobral. São Paulo: Loyola, 2000.

LÉVY, Pierre. As tecnologias da inteligência. Trad. Carlos Irineu da Costa. Rio de Janeiro: Editora 34, 1996.

LYOTARD, Jean-François. O Pós-Moderno. Rio de Janeiro: José Olympio, 1988.

SAID, Edward. Cultura e Imperialismo. São Paulo: Companhia das Letras, 1995

SANTOS, Maria Cecília. Quem pode falar, onde e como? Uma conversa “não inocente” com Donna Haraway (artigo da Revista Crítica de Ciências Sociais)

SARLO, Beatriz. Cenas da vida pós-moderna. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 1997.

SHAPIRO, Svi. O fim da esperança radical? O pós-modernismo e o desafio à pedagogia crítica. In: SILVA, T. T. (org.) Teoria Educacional Crítica em tempos pós-modernos. Petrópolis: Vozes, 1994.

VATTIMO, Gianni. A Sociedade Transparente. Rio de Janeiro: Edições 70, 1991.

VEIGA-NETO, Alfredo (Org.). Crítica Pós-Estruturalista e Educação. Porto Alegre: Sulina, 1995.

VEIGA-NETO, Alfredo. A didática e as experiências de sala de aula: uma visão pós-estruturalista. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 21, n. 2, jul./dez. 1996.

WALKERDINE, Valerie. O raciocínio em tempos pós-modernos (artigo de Educação & Realidade)