Grupos de Pesquisa

Grupo de pesquisa sobre religiões mediúnicas e suas interlocuções

Linha de Pesquisa: Religião, Cultura e Sistemas Simbólicos (Área de Concentração: Educação, Saúde e Ciências Sociais das Religiões)

Diretório do Grupo no CNPQ: Clique aqui

Descrição: 1. Dados gerais

Participantes:

Professores líderes:

Profa. Dra. Dilaine Soares Sampaio dica.ufpb@gmail.com
Prof. Dr. Fabrício Possebon fabriciopossebon@gmail.com

2. Apresentação

A crença na existência da alma humana, de uma vida após a morte e ou de várias vidas após a morte pelo processo reencarnacionista está na raiz da religiosidade e das formas de ser religioso no Brasil. Assim, o nome dado ao grupo se propõe a invocar tanto essa característica quanto fazer alusão ao envolvimento ou dependência da natureza encontrada na maioria das manifestações religiosas que serão aqui objeto de estudo.
O grupo Raízes pretende dedicar-se ao estudo e pesquisa do que se pode denominar “religiões mediúnicas”, ou seja, aquelas que de alguma maneira lidam com o fenômeno da mediunidade. Embora o termo tenha contornos um tanto problemáticos, assim como qualquer categoria que deseje abarcar dentro de si uma diversidade de manifestações religiosas, ainda possui uso na literatura sócio-antropológica quando se quer referir ao conjunto das religiões afro-brasileiras, ao kardecismo e algumas manifestações no âmbito daquilo que vêm sendo denominado como “Novos Movimentos Religiosos”.
A proposta desse grupo de estudo e pesquisa é adentrar nesse complexo universo presente no campo religioso brasileiro, estudar as “multiplicidades” de fenômenos religiosos que surgem a partir das conexões existentes entre as religiões mediúnicas.
Pretende-se trabalhar diferentes aspectos que vão desde a questão do simbolismo, da mitologia e dos ritos até a análise de discursos e compreensão das bricolagens, interfaces e interlocuções que envolvem as “religiões mediúnicas” no campo religioso brasileiro. Almeja-se ainda recuperar a história de várias manifestações religiosas inseridas nessa rubrica “religiões mediúnicas”, com ênfase no campo religioso paraibano. Ou seja, a perspectiva teórica que orientará o grupo será a histórico- antropológica no âmbito das Ciências das Religiões.


3. Objetivos

Objetivo geral:

- Estudar e desenvolver pesquisas acerca das religiões mediúnicas, com ênfase em suas interfaces, conexões, interlocuções e bricolagens no âmbito do campo religioso brasileiro.

Objetivos específicos:

- Estudar e desenvolver pesquisas sobre as religiões afro-brasileiras, com destaque para a umbanda, o candomblé e a jurema.
- Compreender os aspectos simbólicos, míticos e rituais do Kardecismo
- Estudar as novas hibridizações presentes no Movimento Espírita
- Trabalhar o fenômeno da mediunidade nos diferentes modos em que se configura no kardecismo, nas religiões afro-brasileiras e em algumas manifestações inseridas na rubrica “Novos Movimentos Religiosos”.
- Identificar novas bricolagens, interfaces, interlocuções e conexões entre as religiões afro-brasileiras e o kardecismo, bem como entre as religiões afro-brasileiras e os “Novos Movimentos Religiosos”.
- Trabalhar as interlocuções entre religiões afro-brasileiras e religiões indígenas.
- Estudar os diferentes aspectos da magia, do xamanismo e da Encantaria
- Investigar o imaginário nas religiões afro-brasileiras e no kardecismo


4. Justificativa

A formação desse grupo de estudo e pesquisa será de suma importância para completar o quadro dos grupos de pesquisa vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Ciências das Religiões da UFPB, haja vista que ainda não há um grupo com este enfoque. Além disso, o campo religioso brasileiro vem passando por um processo de complexificação nos últimos vinte anos, no qual as religiões mediúnicas desempenham um papel fundamental para compreensão das formas de ser “religioso” no Brasil. Antes de propormos o grupo, fizemos um levantamento entre os alunos vinculados tanto a Graduação quanto a Pós-Graduação em Ciências das Religiões, de modo que se confirmou o grande interesse que o tema desperta.

5. Pressupostos teóricos

A fundamentação teórica na qual está embasado este grupo de estudo e pesquisa se encontra tanto na Antropologia quanto na História. Especificamente, na Antropologia Cultural, dos Sistemas Simbólicos, do Imaginário e no que vem sendo chamado de Antropologia Simétrica ou das Fronteiras Conceituais. No âmbito da Historiografia, privilegiamos a História Cultural. Trabalharemos também com a “Análise do Discurso”, enquanto proposta teórica e metodológica.

6. Linhas de pesquisa

A. Religiões afro-brasileiras: aspectos míticos, rituais e simbólicos; história, discursividades e sincretismos
B. Kardecismo: história, mediunidade, novas hibridizações do “Movimento Espírita”
C. “Novos Movimentos Religiosos”: bricolagens, interlocuções, conexões
D. Xamanismo, Magia, Encantaria

7. Impactos esperados

Além da melhor qualificação do corpo discente do Curso de Ciências das Religiões no sentido de compreenderem e saberem trabalhar com diversidade inerente ao campo religioso brasileiro pretende-se, após um período de estudos aprofundados no tema proposto, preparar os alunos para publicação em periódicos ou até mesmo capítulos de livros bem como estimulá-los e capacitá-los para a participação em congressos e demais eventos, com apresentação de comunicações. Com o processo de consolidação do grupo, almeja-se organizar seminários e mini-cursos, envolvendo a temática bem como vincular as linhas de pesquisa do grupo a futuros projetos de extensão na UFPB.

 
Desenvolvido por jaimeneto.com